ENCONTROS DE VIANA // OLHARES FRONTAIS
6 a 8 de Maio
Teatro Sá de Miranda / Viana do Castelo
Entrada livre


Os Encontros de Viana voltam a convidar para a sua 11ª edição Pedro Sena Nunes na qualidade de programador dos Olhares Frontais, a decorrer entre 6 e 8 de Maio no Teatro Sá de Miranda em Viana do Castelo. 

                                                                                                             FOTOGRAFIA DE

Na área da formação, o realizador, à semelhança dos anteriores Encontros, orienta as Histórias na Praça, levando os mais pequenos a um contacto próximo com o processo de feitura de um filme, fases de preparação e rodagem. 

Ao longo das várias edições, já colaboraram cerca de 25 escolas e  perto de 1100 alunos dos 
ensinos básico e secundário. Participar numa  História da Praça é  como viver  colectivamente  uma  intensa e inesquecível experiência de cinema! 
Terminam hoje as Histórias da Praça deste ano, resultando em pequenos filmes com duração entre 4 e 7 minutos que traduzem diferentes experiências, vivências e histórias reais ou imaginadas daquele espaço pelos olhos dos pequeninos. 



Também escolha do programador, decorre até 15 de Maio a exposição Fotografias de Rodagem do Cinema Português, espólio cedido pela Cinemateca portuguesa, em vários locais a saber.  


                                                                                 RED de Johanna Ashton-Jones (dffb)

O programa dos Olhares Frontais inclui a exibição dos European Short Film Nominees 2010; a Competição para o Prémio PrimeirOlhar, ao qual concorreram jovens estudantes e realizadores de todo o país; apresentação de filmes e debate com alunos do Mestrado em Documentário Creativo da Universidade de Barcelona, German School and Television Academy Berlin (dffb) e Restart; masterclass sobre Documentário; debate sobre Projecção de Cinema Digital em Portugal; apresentação de um documentário dos Documentalistas Sul Africanos, identificados com a responsabilidade social na arte cinematográfica; documentários nacionais destacados em 2010 e homenagem aos realizadores Werner Herzog e Harun Farocki. A entrada é livre para toda a programação, apareçam!


SOBRE OS ENCONTROS DE VIANA
Os Encontros de Viana têm como principais objectivos a formação de públicos, o estabelecimento de plataformas para a estreia e divulgação de filmes e a promoção do diálogo entre realizadores consagrados, jovens criadores e jovens em fase de formação. O destaque é dado ao género documental.
Na construção dos XI Encontros Viana – Cinema e Vídeo partilhamos a mesma cultura e comungamos dos mesmos objectivos: estimular a renovação do encontro e do diálogo, promovendo novas janelas de visionamento e promoção de novos talentos. Procuramos a fusão de experiências de alunos, escolas, interessados e profissionais que expõem novas tendências, manifestações conceptuais e trabalhos de agentes activos da indústria criativa. Procuramos o encontro e aprendemos a diminuir as distâncias reais no mundo globalizado.
                                                                                                         Pedro Sena Nunes

A EVOLUÇÃO DE DARWIN //
VI CONGRESSO NACIONAL CIENTISTAS EM ACÇÃO
6 Maio / 21h30 / Centro Ciência Viva de Estremoz
Entrada gratuita



O documentário “A Evolução de Darwin” será apresentado no Congresso Nacional “Cientistas em Acção“, promovido pelo Centro Ciência Viva de Estremoz com o intuito de desenvolver o contacto e a partilha de ideias entre cientistas nacionais e internacionais, congregando estudantes do ensino básico e do ensino secundário, no âmbito da cultura científica e tecnológica. 


A EVOLUÇÃO DE DARWIN . 2010 . 40'
Realizado para a Fundação Calouste Gulbenkian como comemoração dos 200 anos do nascimento de Charles Darwin, o filme consiste numa homenagem ao “pai” da Ciência e da Biologia Moderna. Em homenagem a um homem que aprendeu, analisou, inventou, criou, cooperou e viveu a imaginar cientificamente, escutam-se diversos cientistas nacionais e internacionais numa análise aprofundada de diferentes aspectos da obra seminal do cientista: “On the origin of species by means of natural selection”. 

A obra de Darwin teve um enorme impacto na forma como entendemos a Natureza, desafiando muitas das convicções estabelecidas acerca da vida e da nossa importância como espécie. Voltamos a lembrar o seu fundamental contributo num Congresso que destaca a importância do desenvolvimento de atitudes e competências das ciências experimentais. 
DA PELE À PEDRA . expo fotografia + documentário // 
BIBLIOTECA ARQUITECTO COSMELLI SANT'ANA
5 Maio a 8 de Junho / 10h00 às 16h00
Exposição de Fotografia de A.Roque
20 Maio e 8 de Junho / 19h00
Exibição do Documentário Da Pele à Pedra, de Pedro Sena Nunes

O VERÃO NA LAVARIA . CABEÇO DO PIÃO 




“O veneno andava no ar, árvores, plantas, aqui à volta tudo morria. Às mulheres morriam os filhos no ventre, os homens cuspiam sangue, até o engenheiro inglês morreu.”

Selecção de fotografias, produto de duas intervenções com intervalo de um ano, nas antigas lavarias das Minas da Panasqueira, no sítio denominado Cabeça do Peão, local onde teve início a exploração do minério Volfrâmio.

Nota do autor

A velha Lavaria, com as suas telhas de zinco, apesar do seu avançado estado de degradação, ainda consegue manter todo o calor do verão no seu ventre.
O pó continua lá, só não há seres vivos. Foram vinte dias em dois anos, e não se viu um rato, ou outro ser vivo, apenas uma ou outra vez um Pardal se aventurou naquele inferno.
Procuro nos restos das máquinas, nas paredes, nos velhos papéis abandonados, no metal corrompido, nos locais mais recônditos, os rostos daqueles que na minha infância, ouvia contar histórias de sonhos e quimeras, que este pedaço de terra ingrata e esventrada acalentou.

DA PELE À PEDRA. 2005 . 37'


As montanhas verdes tentavam fugir dos fogos que ardiam a terra. No ar abafado, uma brisa conduzia-nos para um trabalho novo: explorar a Lavaria das Minas da Panasqueira abandonadas há 15 anos e integrar a realidade da população de mineiros. Uma aldeia deserta esperava-nos e os olhos atentos de um ou dois habitantes seguiam os nossos passos.
Descemos no escuro a 450 metros para conhecer mineiros. Ouvimos histórias e dançámos com elas. Um novo trabalho nascia para além da pele.

BIBLIOTECA Arquitecto Cosmelli Sant'Anna
PROGRAMA Março/Abril

Contactos
Morada: Largo de São Mamede, nº7 1250-236
Horário: 10h00 às 16h00

213928090 begin_of_the_skype_highlighting            213928090      end_of_the_skype_highlighting
biblioteca@f-saomamede.pt
LABIRINTO // CURTAS SADINAS
15 Maio / 17h40 / Cinema Charlot - Auditório Municipal
Entrada gratuita mediante levantamento de bilhete



Após a conquista do 1º Prémio Ensaio Multimédia em 2010, o Curtas Sadinas volta a seleccionar uma curta-metragem de Pedro Sena Nunes para a competição na mesma categoria. Labirinto estará em competição com 4 curtas para o prémio, a anunciar na noite de 15 de Maio pelas 22h00. A concurso estarão ainda 10 curtas na categoria Animação; 5 na categoria documentário e 7 na categoria Ficção. 




Curtas Sadinas é uma iniciativa da Câmara Municipal de Setúbal em parceria com o Festroia - Festival Internacional de Cinema de Setúbal e a Escola Superior de Educação de Setúbal. Tem como objectivo de desenvolver e fomentar o gosto pelo cinema e o audiovisual, divulgar e incentivar a produção de obras de carácter experimental com reconhecido valor cultural e artístico, enquanto instrumento de desenvolvimento e afirmação da identidade cultural, protecção da língua e valorização da imagem de Setúbal.

Ver PROGRAMA

Labirinto . 2008. 7'
Duas meninas entram nos misteriosos labirintos da memória levadas pela descoberta da água.

VER FILME


Informações
Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Setúbal: 265547900
Setúbal Cultural
www.mun-setubal.pt