PEDRO SENA NUNES // CINEMATECA
CICLO CINEMA PORTUGUÊS
PRIMEIRAS OBRAS, PRIMEIRAS VEZES

Dia 15 de Abril // 21h30



Numa sessão dedicada às primeiras obras do realizador Pedro Sena Nunes, serão apresentadas três curtas. A sessão conta com a presença do realizador, havendo espaço para debate no final das apresentações.

NUNCA MAIS TE LIVRAS DE MIM . FICÇÃO . 1992 . 15'



Filme de final de curso da Escola Superior de Teatro e Cinema, 'Nunca Mais te Livras de Mim' aborda o tema do VIH num triângulo amoroso, protagonizado por Miguel Seabra, Rita Loureiro e Maria D’Aires.


Maria do Carmo descobre que é seropositiva. Num impulso, dirige-se a casa de João, seu antigo companheiro.Três vidas, duas relações.Duas mulheres e um homem.

ELÉCTRICOS . FICÇÃO . 1994 . 18'


Filme realizado através de uma parceria da ESTC com a Capital Cultural Lisboa '94 e o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, com interpretação de João Reis, Rita Loureiro e Fernanda Lapa, Miguel Seabra, José Eduardo e João Reis conta a história de um homem que decide tornar-se condutor de eléctricos, pondo em risco a sua vida pessoal. Este filme integra uma trilogia dedicada aos transportes públicos de Lisboa, que incui também o filme 'Cacilheiros' (2002) e que ficará completa com um filme dedicado aos Táxis.

Pedro abandona os estudos de direito e decide-sepela carreira de guarda-freio, pondo em risco assuas relações amorosa e familiar.

MARGENS . DOCUMENTÁRIO . 1995 . 28'


O muito premiado 'Margens' foi filmado em Trás-os-Montes no âmbito de 1º curso Europeu de Realização em Documentário 'Visions 94/95'. Este filme, integrado num conjunto de 13 documentários intitulado Microcosmos, que pretendem retratar as províncias portuguesas, trata uma situação complexa de isolamento geo-humano na província portuguesa de Trás-os-Montes, vinte e dois aldeões e uma ponte desejada.


Uma ponte ferroviária comprada, em segunda mão, aos Caminhos de Ferro Portugueses - CP, por apenas 22 aldeões, com a ajuda do Programa Europeu LEADER e da Câmara Municipal de Mirandela, salvará a velha aldeia de Chelas de uma vida isolada entre dois rios? Um sonho adiado. Formas de viver tão idênticas e diferentes, de pessoas que sonham como morrem. Sozinhas.

PRÉMIOS

ELÉCTRICOS
Prémio do Público 23º Festival Internacional de Curtas Metragens do Algarve (1995)
Prémio Melhor Ficção Festival Internacional de Kelibia. Tunísia (1995)
MARGENS
Melhor Filme Documentário e Melhor Documentário Português, VI Encontros Internacionais de Cinema Documental da Malaposta (1995)
Prémio Melhor Documentário Internacional 25º Festival Internacional de Documentário de Potsdam. Alemanha (1996)
Prémio Melhor Filme Documental - Júri Internacional 24º Festival Internacional de Curtas Metragens do Algarve (1996)
Prémio Melhor Jovem Realizador e Prémio Melhor Filme Nacional, 4º Festival Internacional de Curtas Metragens de Vila do Conde (1996)
Prémio Melhor Filme Português, VIII Bienal de Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo (1996)
Prémio Representação Portuguesa, Pépinières European Program. Turim. Itália (1997)
Menção Especial do Júri, I Semana Internacional de Documentário de Santiago (1999)
1º Prémio Nacional Novos Criadores, Concurso Tempo de Afirmação Novos Criadores (2000)
MAIS INFO CINEMATECA


Associação Vo'Arte
vo.arte(at)netcabo.pt
tel.:213932410 begin_of_the_skype_highlighting            213932410      end_of_the_skype_highlighting
A Vo'Arte tem convites para oferecer, válidos para 2 pessoas.
Confirmar presença para contactos acima.

Sem comentários: